Available in these languages:

Last updated on August 28, 2020

A VERDADE

“No final das contas, a verdade sobre tudo isso vai aparecer, e eu vou estar do lado certo das corredeiras turbulentas. Eu espero que outras pessoas também estejam.” -Johnny Depp   

OS CONTEÚDOS SEGUINTES SÃO 100% BASEADOS NOS DOCUMENTOS E PROVAS APRESENTADOS AO TRIBUNAL.
JOHNNY DEPP ESTÁ ABRINDO DOIS PROCESSOS JUDICIAIS SOBRE A MESMA QUESTÃO.  

Amber Heard inventou um hoax, uma farsa?
Foi ela a pessoa violenta durante seu casamento com Johnny Depp?
Por que ela entrou com o pedido de divórcio?
Nós vamos elucidar todos os fatos, as evidências e os testemunhos que foram apresentados ao tribunal como parte dos dois processos judiciais de Johnny Depp contra Amber Heard e The Sun.  

AMBER HEARD

Amber Heard

De acordo com testemunhos apresentados ao tribunal, fatos e com SUA PRÓPRIA CONFISSÃO em gravações de áudio, Amber Heard é quem parece ter inventado um grande hoax, ou seja, uma grande farsa, assim que seu então marido Johnny Depp, sua vítima de abuso verbal [gravado em áudio] e alegada violência física, a deixou.

No final de maio de 2016, Amber Heard fez o seguinte...

23 DE MAIO DE 2016

Amber entra com o pedido de divórcio. Ela requer:

24 DE MAIO DE 2016

Ela e seu advogado enviam uma carta de extorsão para conseguir o que ela exige.

27 DE MAIO DE 2016

Johnny nega as exigências dela.

27 DE MAIO DE 2016

Amber vai ao tribunal com uma equimose em seu rosto e obtém uma ordem de restrição temporária.

Depoimentos de Amber Heard no Reino Unido:

Leram isso? OK.

Bem, após tal requerimento, ela abandonou o seu caso e suas alegações foram encerradas permanentemente pelo juiz, enquanto ela continuou vivendo na propriedade de Johnny sem ordem de restrição.
Mas  o que aconteceu antes de seu requerimento da ordem de restrição ?
Vamos verificar quem estava envolvido pelos registros judiciais

WHO IS INVOLVED

Oficial de Polícia Melissa Saenz

Ela é uma oficial de polícia do Departamento de Polícia de Los Angeles que foi a cobertura do Johnny na noite do dia 21 de maio de 2016 depois de um dos alegados incidentes.

Oficial de Polícia Tyler Hadden

Ele é um oficial de polícia do Departamento de Polícia de Los Angeles que foi na cobertura do Johnny na noite do dia 21 de maio de 2016 depois de um dos alegados incidentes.

Kevin Murphy

Ele é o administrador de imóveis que gerenciava as coberturas que Johnny possuía no Eastern Columbia Building e onde morou com Amber.

Enfermeira Debby Lloyd

Ela é uma enfermeira que trabalhou lado a lado com o Dr. David Kipper durante o casamento de Johnny e Amber.

Enfermeira Erin Boerum

Ela é uma enfermeira que acompanhou Amber Heard e fez anotações da condição mental de Amber. Ela nunca viu hematomas, marcas, inchaços ou ferimentos no corpo de Amber.

Starling Jenkins

Ele também faz parte da equipe de segurança do Johnny e uma testemunha-chave do incidente do dia 21 de abril de 2016 durante a festa de aniversário de Amber.

Isaac Baruch

Ele é um dos vizinhos de Johnny e Amber no prédio Eastern Columbia Building, que testemunhou a favor de Johnny.

Samantha McMillen

Ela tem sido estilista do Johnny por anos e também trabalhou para Amber durante o casamento. Ela testemunhou que nunca viu hematomas, inchaços ou machucados em Amber.

Edward L. White

Ele é o business manager do Johnny.

Kristina Sexton

Ela é acting coach de Amber, que costumava passar muito tempo com ela mas, nunca presenciou, testemunhou, nenhum dos incidentes. Ela deu sua declaração juramentada se baseando na versão de Amber sobre os eventos.

Travis McGivern

Ele é um dos seguranças do Johnny Depp com base em Los Angeles. Ele é uma testemunha-chave do incidente do dia 23 de março de 2015.

Tara Roberts

Ela é a administradora de imóveis da propriedade do Johnny em Bahamas. Ela é uma testemunha-chave do incidente do dia 29 de dezembro de 2015.

Malcom Connolly

Ele é um dos seguranças pessoais do Johnny, que trabalha para ele e sua família. Ele testemunhou sobre o alegado comportamento agressivo de Amber.

Sean Bett

Ele é um dos seguranças pessoais do Johnny e quem tirou uma foto dos ferimentos de Johnny após uma das agressões de Amber.

Laura Divenere

Ela trabalhou para Amber como decoradora de interior na cobertura do Johnny. Ela é amiga de Amber, até o dia de hoje.

Kate James

Ela é a ex-assistente de Amber Heard que trabalhou para ela até 2015. Ela é uma testemunha ocular e também própria vítima do comportamento abusivo de Amber.

Josh Richman

Ele é um amigo de longa data do Johnny. Ele deu depoimento sobre um conflito que envolveu os amigos de Amber antes do casamento de Johnny e  Amber na ilha. 

Jennifer Howell

Ela é a CEO da The Art of Elysium, colaborou com Amber e contratou Whitney Heard. Ela testemunhou saber que Amber abusava de Johnny. Inclusive há posts recentes dela em mídias sociais confirmando o seu testemunho, de que Amber abusava de Johnny e de sua irmã Whitney Heard

David Killackey

Ele é o mecânico que trabalhou no Mustang (carro) de Amber. Ele testemunhou que Amber abusou verbalmente de Johnny e também testemunhou que o pai de Amber, David Heard ameaçou Johnny Depp de morte

Trinity Esparza

Ela é a concierge, do período da manhã, do edifício Eastern Columbia Building e uma testemunha ocular dos fatos relacionados ao incidente do dia 21 de maio de 2016.

Cornelius Harrell

Ele é concierge no edifício Eastern Columbia Building e uma testemunha ocular dos fatos relacionados ao incidente do dia 21 de maio de 2016.

Alejandro Romero

Ele é segurança do prédio Eastern Columbia Building e uma testemunha ocular dos fatos relacionados ao incidente do dia 21 de maio de 2016

Brandon Patterson

Ele é gerente geral do edifício Easter Columbia Building e uma testemunha ocular dos fatos relacionados ao incidente do dia 21 de maio de 2016.

Ben King

Ele é o administrador da mansão na Austrália onde Johnny e Amber moraram enquanto estavam lá. Ele levou Amber de volta para Los Angeles após o incidente com o dedo de Johnny.

Amanda de Cadenet

Ela era uma das amigas de Amber e uma testemunha ocular dos fatos relacionados ao incidente do dia 21 de maio de 2016. Depois de ouvir as gravações de áudio, ela retirou seu apoio a Amber e deu uma declaração a favor do Johnny

Whitney Heard Enriquez

Ela é irmã de Amber e testemunha ocular de mais de um incidente, de acordo com o depoimento de Amber. Ela forneceu uma declaração juramentada baseada na versão de Amber dos eventos.

Hilda Vargas

Ela era a governanta da cobertura e ela encontrou as alegadas fezes humanas na cama na manhã seguinte ao aniversário de Amber.

Melanie Inglessis

Ela é a maquiadora de Amber Heard e trabalha com Amber desde 2015. Ela testemunhou e concordou com a história de Amber.

Dr Connell Cowan

Ele foi o psicólogo de Amber Heard durante seu relacionamento com Johnny Depp. Apesar de ser um especialista e uma presença constante durante todo o casamento, ele não é uma testemunha-chave para Heard.

Agora que vocês sabem quem está envolvido nos eventos, vocês precisam saber como e quando eles aconteceram.   
 

8 DE MARÇO DE 2015

Quando Johnny Depp pediu a Amber Heard para assinar um acordo pós-nupcial, ela ficou furiosa e cortou o dedo dele jogando garrafas nele. O incidente ocorreu na Austrália. Depp foi levado às pressas para o hospital. Gravações de áudio e documentos hospitalares comprovam essa história.  

QUEM ESTAVA ENVOLVIDO

CONTEÚDO EM DESTAQUE

Este vídeo analisa todos os fatos e evidências relativos aos incidentes e oferece uma visão exclusiva do que aconteceu.

FONTES

FATOS + PERGUNTAS

15 DE DEZEMBRO DE 2015

Amber Heard alegadamente agrediu Johnny Depp e mais tarde alegou que ela era a vítima: muitas testemunhas oculares contestaram as alegações dela.
O casal também foi visto saindo do restaurante Ago: Amber não tinha nenhuma marca nem ferimento e não faz nenhum esforço para se  esconder. Enquanto isso, Johnny esconde o seu rosto. Em fato, fotos do rosto inchado do Johnny foram tiradas por uma testemunha e apresentadas como prova judicial.

No dia seguinte, Amber compareceu ao James Corden Show como convidada. Samantha McMillen, sua estilista, a vestiu antes do show e declarou que viu Amber sem maquiagem e sem marcas nem ferimentos.

Io Tillett Wright declarou que viu peças destruídas do incidente, mas ele nunca mostrou qualquer evidência para apoiar sua afirmação.

QUEM ESTAVA ENVOLVIDO

CONTEÚDO EM DESTAQUE

Este vídeo traz à tona o quadro geral do relacionamento deles e nos ajuda a entender a dinâmica do casamento deles. Podemos ouvir Amber admitindo ter sido violenta com Johnny várias vezes e está claro que ela era na verdade a abusadora, e não a vítima.

FATOS + PERGUNTAS

FONTES

30 DE DEZEMBRO DE 2015

Amber Heard diz que foi abusada na ilha em 30 de dezembro.

De acordo com testemunhos, foi Amber Heard quem na verdade abusou de Johnny na frente de dois funcionários na ilha das Bahamas. Ela jogou uma lata de solvente de tinta e atingiu a cabeça do Johnny. Amber Heard confessou sob juramento ter feito isso. Tara Roberts testemunhou que viu Amber abusar verbalmente do Johnny, mas nunca o viu abusando de Amber.

O fotógrafo Greg Williams estava na ilha e tirou fotos de Amber: não há marcas nem ferimentos na pele de Heard.

Tara Roberts diz que os filhos de Johnny testemunharam as consequências  dos atos violentos de Amber Heard.

QUEM ESTAVA ENVOLVIDO

FONTE

FATOS + PERGUNTAS

21 DE ABRIL DE 2016

Amber Heard diz que Johnny chegou atrasado na festa de aniversário dela e que ele estava embriagado e a agrediu fisicamente, agarrando seu cabelo e jogando-a no chão. Nenhuma evidência confirma o relato de Amber.

Fatos, testemunhos e a declaração de Johnny Depp provam, de fato, que Amber Heard o agrediu quando ele chegou atrasado à festa de aniversário dela. Ele estava atrasado porque estava em uma reunião de negócios. Amber Heard alegadamente agrediu Johnny Depp com socos  e jogou seu celular e carteira do 13º andar. Quando Johnny saiu, Amber e seus amigos deixaram fezes na cama.

Em 22 de abril, a governanta de Johnny, Hilda Vargas, encontrou as fezes na cama e ligou para Kevin Murphy. Este último tirou algumas fotos e as enviou ao segurança Sean Bett.

Em 22 de abril, Amber pediu ao segurança Starling Jenkins que usasse o aplicativo “Encontre meu iPhone”, porque ela jogou o celular de Johnny da varanda na noite anterior. A conversa é comprovada por prints da tela do celular. O celular de Johnny foi encontrado por um morador de rua e ele o devolveu em troca de dinheiro (US$ 425,00), comida e água.

No dia seguinte, Amber Heard e seus amigos foram acompanhados até Coachella pelo segurança Starling Jenkins. Não havia marcas ou ferimentos em Amber Heard.

QUEM ESTAVA ENVOLVIDO

CONTEÚDO EM DESTAQUE

Io Tillet Wright, uma das pessoas na lista de testemunhas de Heard como um amigo próximo e de longa data, no verão de 2018, zomba publicamente no Twitter, da noite do alegado abuso, 21 de abril. Quando confrontado, Wright comenta no Instagram que não estava em Los Angeles quando, na verdade, na época, ele postou algumas fotos com localização em Los Angeles (mais tarde, Wright deletou algumas fotos, deletou seu comentário e mudou a localização de uma postagem).  

FATOS + PERGUNTAS

FONTES

21 DE MAIO DE 2016

Johnny foi a cobertura para pegar suas coisas e disse a Amber que estava se divorciando dela como resultado de abusos anteriores e constantes. De acordo com testemunhas, Amber Heard tentou explicar o incidente com as fezes ligando para um amigo e para o administrador da cobertura Kevin Murphy. Johnny então deixou a cobertura: sua mãe faleceu

Registros de chamadas da polícia foram encontrados e apresentados pela equipe de Johnny Depp porque demonstram o hoax, a farsa de Amber Heard.

08:30HS DA NOITE – CHAMADA PARA 911: DE DESCONHECIDO PARA O DEPARTAMENTO DE POLÍCIA DE LOS ANGELES


10:09HS DA NOITE – CHAMADA PARA 911: DE iO PARA O DEPARTAMENTO DE POLÍCIA DE LOS ANGELES


O depoimento da oficial de polícia Melissa Saenz testemunhou que Heard se recusou a dar seu nome em 21 de maio de 2016, então Saenz só percebeu quem era a mulher semanas depois. Saenz disse que Heard estava chorando e que não tinha nenhuma marca, hematoma, inchaço ou sinal de ferimentos em Amber. A oficial também testemunhou que ela inspecionou o apartamento e não viu nenhum sinal de vidro quebrado ou itens quebrados. Saenz disse que Heard repetidamente “balançou a cabeça” em resposta às perguntas e não queria falar, e que ela não tinha nenhuma razão provável para acreditar que um crime tivesse sido cometido. O oficial de polícia Tyler Hadden deu testemunho semelhante.

Alguns documentos apresentados no processo de Depp contra o The Sun e no processo contra Amber Heard em 2019 mostram alguns relatos de testemunhas de 2016: uma declaração de um amigo de Amber e depoimentos juramentados de alguns funcionários do Edifício Eastern Columbia Building, onde testemunharam que não viram ferimentos, inchaços ou marcas em Heard após a alegada agressão em 21 de maio de 2016.

QUEM ESTAVA ENVOLVIDO

CONTEÚDOS EM DESTAQUE

Os dois primeiros vídeos têm como objetivo analisar a dinâmica, os horários e as graves discrepâncias  entre as declarações individuais de Amber e de seus amigos. No terceiro vídeo, podemos ouvir a ligação que um amigo de Amber fez para o 911, seguido por uma análise profunda e precisa de todas as contradições.

FONTES

FATOS + PERGUNTAS

De onde vêm todas essas informações e conteúdos?
De duas ações judiciais movidas por Johnny Depp contra The Sun e Amber Heard.
Vamos dar uma olhada melhor nesses dois casos. 

JOHNNY'S LAWSUIT

4 DE JUNHO DE 2018
JOHNNY DEPP PROCESSA O TABLOIDE INGLÊS THE SUN POR DIFAMAÇÃO

Johnny Depp processa o tabloide britânico The Sun por difamação sobre uma história a qual chama o ator de “wife beater”: Depp está processando-o em 200.000 libras, além de 10.528 libras em despesas judiciais, além de danos a serem avaliados pelo tribunal, de acordo com os documentos. Ele também está pedindo uma liminar impedindo o jornal de "continuar a publicar" alegações de violência doméstica.

1º DE MARÇO DE 2019
JOHNNY DEPP PROCESSA AMBER HEARD POR DIFAMAÇÃO

Johnny Depp entra com um processo por difamação contra sua ex-mulher Amber Heard sobre o op-ed - ensaio que ela escreveu para o Washington Post em dezembro de 2018. Johnny pede 50 milhões de dólares. Johnny Depp diz que Amber Heard “não é uma vítima de violência doméstica, ela é a agressora”. No processo Johnny também nega que tenha abusado de Amber e afirma que as alegações dela eram parte de um “elaborado hoax, farsa para gerar publicidade positiva”.

Um pequeno passo para trás.
Amber Heard disse ter sido vítima de violência doméstica. Mas qualquer pessoa que conheça o assunto, mesmo que apenas um pouco, sabe que os fatos a seguir refutam qualquer teoria sobre ela ser vítima de violência doméstica.

DOMESTIC VIOLENCE

OS AMIGOS DE AMBER MORAVAM COM ELA E JOHNNY

Quando Amber Heard se mudou para a cobertura de Johnny no prédio Eastern Columbia Building, muitos dos amigos dela a seguiram e moraram lá sem qualquer custo. A melhor amiga de Amber, Raquel Pennington, com seu marido, Joshua Drew, moraram lá o tempo todo. Liz Marz morou lá por um tempo e IO Tillet disse que passou uma quantidade significativa de tempo na cobertura.

AMBER E JOHNNY GRAVARAM ALGUMAS DE SUAS DISCUSSÕES PARA UMA TERAPIA: AMBER É INEGAVELMENTE A ABUSADORA

Para superar a crise, Amber e Johnny gravaram algumas de suas discussões como uma terapia de casal. Amber insulta Johnny, ela zomba dele, ela grita, ela exige mais garantias e finalmente o culpa por ir embora toda vez que ela começa com agressões físicas.

AMBER RECEBIA ALEGADOS AMANTES E SEU FUTURO NAMORADO NA COBERTURA DE JOHNNY

Durante o casamento, Amber Heard recebeu James Franco e Elon Musk na cobertura de Johnny. De acordo com a equipe de funcionários do prédio Eastern Columbia Building, Elon Musk a visitou várias vezes ao longo dos anos e passou noites lá. Amber e Elon tiveram um relacionamento romântico até se separarem em 2017.

OS PAIS DE AMBER AMAVAM JOHNNY E EXPRESSAM SOLIDARIEDADE A JOHNNY APÓS O ESCÂNDALO

A mãe de Amber, Paige Heard, envia uma mensagem de texto a Johnny e diz a ele "Eu te amo, filho".
O pai de Amber, David Heard, diz a Johnny que Amber estava apenas preocupada em ser expulsa da cobertura e culpa os advogados por criar a história de violência doméstica.

Mas há MAIS!
Amber Heard e seus pais contradizem as alegações da própria Amber. Você sabe o que ela fez depois de solicitar a ordem de restrição, alegando que tinha medo de Johnny?
Aqui está o que aconteceu de acordo com os vídeos e as gravações de áudio apresentados ao tribunal como evidência. 

AFTER THE SEPARATION

22-25 DE MAIO DE 2016
AMBER É FILMADA NO ELEVADOR SEM MARCAS, HEMATOMAS OU FERIMENTOS

Imagens das câmeras de segurança do elevador do edifício Eastern Columbia Building mostram Amber sem marcas, hematomas ou ferimentos.

25 DE MAIO DE 2016
AMBER ENVIA UMA MENSAGEM DE TEXTO A JOHNNY PARA TENTAR FAZER UM ACORDO

Amber Heard mandou uma mensagem de texto para Johnny dizendo que a "coisa da violência doméstica" foi inventada porque ela viu a polícia chegando e ela NÃO SABIA POR QUE e o que fazer.

JUNHO DE 2016
AMBER LIGA PARA JOHNNY E O CULPA PELAS PUBLICAÇÕES NA MÍDIA

Amber Heard liga para Johnny: ela está zangada com o que a mídia estava relatando. Ela o culpa por seus movimentos legais. Ela o ameaça com acusações de violência doméstica e quando ele a lembra que ela é a agressora e abusadora, Amber diz a ele que se ele dissesse que ele era a vítima, ninguém acreditaria nele porque ele é um homem.

22 DE JULHO DE 2016
AMBER VAI A SÃO FRANCISCO PARA ENCONTRAR JOHNNY

Com a ajuda do empresário Christian Carino, Amber Heard organiza uma viagem secreta para encontrar Johnny enquanto ele estava em turnê em São Francisco. Isso é comprovado por algumas mensagens de texto que ambos enviaram para Carino e por uma gravação de áudio, onde Amber é ouvida pedindo a Johnny para abraçá-la. Johnny se recusou a fazer isso

Tudo isso parece muito cruel, não é ?!
Mas esta não é a primeira vez que Amber Heard tem problemas com a lei. Amber Heard tem um histórico de violência, má conduta e de mentiras às autoridades. Deem uma olhada.

AMBER'S MISCONDUCT

A carteira provisória de motorista para menor de Amber Heard É suspensa

Quando Amber Heard tinha 16 anos no Texas, suacarteira provisória de motorista para menor foi suspensa. Amber Heard foi presa e sua foto para ficha policial foi tirada. Os motivos da prisão são desconhecidos.  

Amber Heard foi presa e autuada por violência doméstica

De acordo com fontes e documentos policiais, Amber e Tasya van Ree tiveram um confronto em 14 de setembro de 2009 no Aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma. Amber agarrou e golpeou Tasya no braço, o que deixou Tasya irritada, o que levou a prisão de Heard.

Amber foi presa e autuada por contravenção de violência doméstica. Sua foto para ficha policial foi tirada, e ela compareceu ao tribunal no dia seguinte.
A policial que prendeu Amber Heard, Beverly Leonard, confirmou que a agressão ocorreu.

Amber Heard Mentiu para o Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos

Amber Heard, autoproclamada “ativista pró-imigração”, tentou fraudar o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos em uma carta escrita que ela mesma escreveu. Heard afirmou que sua assistente Savannah McMillan, do Reino Unido, estava apenas visitando-a com um visto de turista. Durante o julgamento no Reino Unido (julho de 2020), Heard declarou também que Savannah foi quem escreveu a carta e ela (Amber) apenas a assinou. De modo algum Savannah poderia ter escrito a carta, já que seu próprio sobrenome foi escrito incorretamente DUAS vezes (McMillen em vez de McMillan), como podemos ver nos documentos. Em 2019, Johnny Depp declarou que tem alguns cheques que provam que Savannah McMillan trabalhou ilegalmente para Amber Heard nos EUA. Além disso, os e-mails fornecidos por Kevin Murphy mostram que Savannah costumava se apresentar como – a assistente de Amber Heard – e organizava as coisas para ela no set, etc.    

Amber Heard falsificou Documentos Australianos de Imigração

Heard compareceu ao tribunal depois de ser acusada de contrabandear seus yorkshire terriers para a Austrália em 2015. Heard se declarou culpada de falsificar documentos de imigração, em um tribunal australiano.
Foi imposto a Amber Heard uma fiança de $1000 e demonstrar bom comportamento durante um mês.
Kate James e Kevin Murphy testemunharam que Amber Heard sabia exatamente o que ela estava fazendo. Alguns dos próprios e-mails de Heard provam isso. As mensagens de texto do ex-assistente de Johnny para Kevin Murphy confirmam que Amber estava bem ciente da situação e, mais tarde, ela também zombou do seu incidente de contrabando dos seus cachorros por mais de uma vez através de suas mídias sociais.  
 

Os fatos foram apresentados.
Isso é tudo que você precisa saber para fazer as perguntas certas, além da principal.
Amber Heard criou uma farsa, um hoax?  

Links Externos  

Páginas semelhantes traduzidas:

© IFOD 2020 – CONTACT US